Ministério da Saúde suspende produção de 19 remédios

Tecpar pode ser afetada por corte e tenta reverter com órgão



O Ministério da Saúde informou ontem (16) que 19 Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) serão suspensas. As parcerias são para a produção de medicamentos como insulina, usada para diabetes, e pramipexol, usado no tratamento de doença de Parkinson. A etapa atual permite que os laboratórios públicos mostrem medidas de reestruturação de ações.


Entre os laboratórios afetados pelo corte e suspensão do contrato com governo Bolsonaro (PSL), o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) afirmou em nota que está negociando para tentar reverter a decisão do governo acerca da suspensão das Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) junto ao Ministério da Saúde". Isso porque o Instituto Paranaense produz diversos remédio gratuitos para distribuição do governo.


Segundo a pasta, as parcerias estão em fase de suspensão, pelos motivos de falta de avanços esperados; falta de investimento na estrutura; desacordo com o cronograma; solicitação de saída do parceiro-privado; pelo não enquadramento do projeto como PDP; por decisão judicial ou recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria-Geral da União (CGU).

27 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest