Velocidade de vendas de imóveis residenciais no DF tem melhor desempenho dos últimos quatro anos

Valor apurado foi o maior percentual desde o início da pesquisa, em 2015, alcançando 8,9%

O Índice de Velocidade de Vendas (IVV) de imóveis residenciais novos no Distrito Federal apurado em maio foi o maior percentual desde o início da pesquisa, em 2015, alcançando 8,9%. Este é o dado mais recente da pesquisa que acompanha a evolução do mercado imobiliário de unidades novas no DF.


IVV DOS MÓVEIS RESIDENCIAIS


As regiões do DF que apresentaram maior aceleração de vendas de unidades residenciais em maio foram: Samambaia (IVV 24,5%); Santa Maria (IVV 16,9%); Planaltina (IVV 9,3%); Ceilândia (IVV 7,1%). O setor imobiliário considera ideal para a estabilidade dos negócios um IVV de 5%. "Os dados de maio confirmam a retomada definitiva do mercado imobiliário no Distrito Federal", diz Celestino Fracon Júnior, vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI-DF).


A pesquisa reúne informações prestadas por 30 companhias, responsáveis por 90% da oferta de imóveis novos no DF. O estudo é conduzido em parceria pela ADEMI-DF e pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (SINDUSCON-DF), com apoio do SEBRAE-DF. A empresa Opinião Informação Estratégica é responsável pela coleta, tabulação e análise das informações, obtidas junto às empresas que aderiram voluntariamente ao projeto.


Lançamentos imobiliários já se igualam aos de 2018


Um conjunto de indicadores econômicos mostram a retomada do setor e a confiança dos empresários do segmento. Foram 15 empreendimentos lançados, no DF, nos primeiros cinco meses deste ano - número igual ao de lançamentos de todo o ano de 2018. O Valor Geral de Vendas (VGV) destes empreendimentos corresponde a aproximadamente R$ 1,1 bilhão. "Um aumento de 67% no total de lançamentos imobiliários em relação a 2018. A expectativa é que estes dados aumentem ainda mais no segundo semestre, podendo chegar a 25 lançamentos imobiliários, em 2019", comenta Celestino. Até o mês de maio foram inseridas quase 2 mil unidades na oferta total de imóveis residenciais novos.


Oferta de imóveis residenciais


Em maio, a oferta de imóveis residenciais novos e prontos para a ocupação era de 3.213 unidades, segundo as empresas participantes da pesquisa IVV. As quantidades de imóveis informadas se referem aos negociados pelas empresas associadas à ADEMI-DF participantes da pesquisa. Os percentuais informados podem ser projetados para a representação de todo o mercado imobiliário do DF.


OFERTA DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS


Vendas de imóveis na planta em alta

A pesquisa IVV identificou mais uma vez que os brasilienses estão comprando, proporcionalmente, mais imóveis na planta (IVV de 67,1%) do que imóveis residenciais novos e prontos (IVV de 32,9%).


IVV DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS POR ESTÁGIO DA OBRA


DADOS GERAIS DA PESQUISA IVV MAIO 2019


A pesquisa do IVV tem o objetivo de aferir o ritmo dos negócios de imóveis novos residenciais e se a velocidade com que são vendidos está de acordo com as expectativas dos empreendedores.


VENDAS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS


As 30 empresas informaram as unidades residenciais vendidas em maio de 2019: 287 imóveis.


Valor do m² imóveis residenciais


Entre as várias informações do mercado imobiliário do DF, a pesquisa do IVV aponta a variação do preço ofertado por m² dos imóveis residenciais em cada região. Em maio, a Asa Norte registrou o maior valor de oferta: R$ 14.933,52; o mais baixo foi ofertado em Santa Maria: R$ 2.879,67.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

15 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest