banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Prefeitura intensifica abordagem para tirar pessoas do frio

Entre quinta e sexta-feira, 482 pessoas foram atendidas



A Prefeitura está preparada para atender as pessoas em situação de rua neste fim de semana, quando Curitiba deverá registrar a temperatura mais baixa do ano até o momento, - 2ºC. Desde a noite desta sexta-feira (5/7) até a manhã de domingo (7/7), a Fundação de Ação Social (FAS) intensificará o serviço de abordagem social para oferecer abrigo nas unidades do município.


Das 18h às 23h, 14 equipes - com 27 educadores sociais e 14 funcionários de apoio - vão percorrer toda a cidade para oferecer atendimento às pessoas que queiram ser abrigadas durante a madrugada, quando o frio será ainda mais intenso. Nos demais horários, o trabalho seguirá o cronograma da Central de Encaminhamento Social 24 horas.


A medida faz parte da Ação Inverno – Curitiba que Acolhe, que amplia o atendimento todas as noites em que a temperatura for igual ou menor a 9ºC.


“Estamos estendendo o horário de abordagem social e trabalhando com capacidade máxima em nossos abrigos. Rua não é moradia e precisamos oferecer atendimento a todas as pessoas que não têm um teto para se abrigar”, explica o presidente da FAS, Thiago Ferro.


Thiago destaca ainda a qualidade da estrutura de atendimento de Curitiba, que apoia de maneira permanente a população de rua. “Temos 1.200 vagas de acolhimento e uma equipe técnica boa e preparada. Além disso, contamos com outras unidades que oferecem atendimento profissional que busca sempre a saída das ruas”, diz.


Curitiba tem uma situação diferente de outras capitais, como Porto Alegre, por exemplo, que neste fim de semana abrirá o ginásio Gigantinho para acolher a população de rua. A medida foi adotada pela prefeitura gaúcha, em parceria com o Sport Club Internacional. No local serão abrigadas cerca de 300 pessoas.


Em função do frio, a FAS ampliou também o horário para recebimento de pessoas que buscam acolhimento espontaneamente. Desde a última terça-feira (2/7) - quando também foi reforçado o trabalho de abordagem -, todas as casas de passagem estão recebendo as pessoas até as 23h.


Quem pernoita nas unidades da FAS tem cama para dormir, acesso a banho quente e recebe agasalhos e alimentação, na chegada e na saída, no início da manhã. Os animais de estimação também são abrigados em duas unidades, junto com seus donos.


Balanço

Desde as 18h desta quinta-feira (4/7) até as 6h desta sexta-feira (5/7), a FAS atendeu 482 pessoas em situação de rua. A maioria delas, 405, buscou acolhimento espontaneamente.


No mesmo período, as equipes fizeram 190 abordagens sociais e 107 pessoas recusaram atendimento. Depois de conversar com as equipes, duas pessoas resolveram voltar para suas famílias e uma foi encaminhada para uma unidade de pronto-atendimento por estar com problemas de saúde.

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest