banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

CPI da JMK ouve delegados de combate à corrupção

CPI está ouvindo testemunhas sobre as possíveis fraudes contra o governo



Os delegados Alan Flore e Guilherme Luiz Dias, da Divisão de Combate à Corrupção da Polícia Civil do Paraná foram ouvidos pelos integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) que investiga possíveis irregularidades na manutenção e gestão de frotas de veículos oficiais do Governo do Paraná em contrato com a empresa JMK para atender 52 órgãos do Estado e 17 mil veículos.


Durante pouco mais de duas horas os delegados falaram sobre os fatos apurados pela Operação Peça Chave até o momento. De acordo com eles, a Polícia Civil suspeita que as atividades criminosas envolviam os proprietários da empresa e pessoas ligadas a eles num esquema de fraudes nas áreas financeira e orçamentária do contrato. “Nos deparamos com notas de serviços que não foram prestados pela JMK, falsificação de orçamentos por parte da empresa e compra de peças do mercado alternativo, mas que eram declaradas como peças originais”, explicou Flore.


Para o deputado Delegado Jacovós (PR), relator da CPI, os esclarecimentos prestados pelos delegados ajudaram os parlamentares membros da comissão a entender, de forma detalhada, toda a arquitetura das fraudes. “Os depoimentos dos delegados foram muito importantes para os trabalhos da CPI.

30 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest