Servidores do Estado iniciam greve hoje

Movimento tem adesão confirmada dos professores da rede pública



Sem reajuste nos salários há quatros anos, milhares de servidores públicos do Paraná entram em greve hoje. A paralisação foi confirmada por professores da rede pública e superior do Estado, policiais civis e militares, agentes penitenciários e várias outras classes de servidores estaduais. Ao todo, 30 entidades já confirmaram que cruzarão os braços.


Os trabalhadores denunciam uma defasagem de até 17% nos salários. Para os servidores, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), está dando um “calote” e desrespeitando uma promessa de campanha. Os servidores estaduais pedem no mínimo a recomposição salarial da inflação oficial do último ano, calculada em 4,94% no mês da data-base, segundo o índice IPCA.


Alguns servidores reclamam que o governador Ratinho Junior nem sequer sentou à mesa de negociações. “Qual o medo de sentar para conversar com policiais? Governador: na mesa de negociações não estarão bandidos, serão policiais”, questionou o presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (Sinclapol) Kamil Salmen.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest