banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Haitianos e venezuelanos lideram pedidos de refúgio no Paraná

Quinta-feira marcou o Dia Mundial do Refugiado



A busca de um novo começo para quem foge de crises econômicas e políticas, de ditaduras ou de guerras em seus países de origem tem crescido no Paraná. Só nos primeiros cinco meses de 2019, o Centro de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas, órgão vinculado à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, já registrou mais de 1,2 mil atendimentos para mais de 30 nacionalidades, quase o dobro do que o registrado mesmo período de 2018, com 663 atendimentos.


O trabalho é lembrado no Dia Mundial do Refugiado, celebrado nesta quinta-feira, 20 de junho.


“O número de atendimentos demonstra um aumento significativo, de 85%. Isso mostra o compromisso da nossa gestão em qualificar os atendimentos dos profissionais para receber as famílias que vêm em busca de uma nova vida, de novas oportunidades”, diz o secretário Ney Leprevost.

28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest