Brasil Aposta No Turismo como Máquina De Gerar Emprego E Renda

Há um movimento inédito no país, consistente e articulado, que converge para as virtudes do Turismo enquanto vetor poderoso de desenvolvimento sustentável.

Grupo Bandeirantes de Comunicação, com apoio de empresas privadas de diferentes setores da economia apostam no turismo como vetor estratégico para o desenvolvimento sustentável. A campanha “Turismo pelo Brasil: quando o turismo cresce, o Brasil cresce junto” será lançada em breve.


Há um movimento inédito no país, consistente e articulado, que converge para as virtudes do Turismo enquanto vetor poderoso de desenvolvimento sustentável. Finalmente são percebidos sinais claros de que a atividade deixa de ser vista como apêndice secundário para ganhar status de foco prioritário. E de pauta econômica sustentada em políticas de Estado mais ambiciosas e abrangentes, incluindo modernização legislativa e flexibilidade na relação com a indústria turística internacional.


Dados da OMT (Organização Mundial do Turismo), do Ministério do Turismo, da Embratur e do Conselho Mundial do Turismo descrevem e atestam a força econômica do setor que ocupa posição de liderança global no ranking dos que mais geram empregos. Por outro lado, IBGE divulgou, no último dia de maio, a taxa de desemprego no país, que permanece elevada e constitui o grande desafio do atual governo.


Para corroborar a perspectiva real de o Turismo protagonizar, no curto e médio prazo, mudanças profundas no cenário, o Fórum Econômico Mundial dá conta de que o Brasil ocupa o 1º lugar no ranking dos países com mais atrativos turísticos naturais. Não bastasse isso, ocupa o honroso 8º lugar em atrativos culturais, espalhados de norte a sul nas dimensões continentais de um país singular em termos de formação étnica, identidade linguística, expressividade musical e peculiaridades gastronômicas.

Flexibilização na ordem do dia


No próximo dia 17 de junho, entra em vigor a medida que flexibiliza a concessão de vistos para viajantes de EUA, Canadá, Austrália e Japão) entrarem o país. Ao mesmo tempo, também entra em vigor a liberação de 100% de capital estrangeiro para atrair novas empresas aéreas. Medidas são reivindicadas há mais de duas décadas pelas entidades que representam o trade turístico no Brasil e deverão favorecer a atratividades do destino, acirrar a concorrência e ampliar a malha de conexão aérea.


Turismo é muito mais que curtir praia no final de semana. Além do lazer, inclui o rico mercado de viagens corporativas, ajuda a romper a falsa e nefasta impressão de que o Turismo é supérfluo ou gênero de segunda necessidade. Viagens de negócios (dados BI Abracorp) são essenciais para ativar a economia. Do mesmo modo, viagens internacionais não podem mais ser percebidas como fator de déficit na balança comercial.


No exterior é que são realizados acordos que resultam na expansão de mercado para a exportação de produtos e serviços que geram empregos no país e impactam diferentes cadeias produtivas. Viagens de intercâmbio (brasileiros que viajam ao exterior para estudar) contribuem com o aprimoramento e a qualificação profissional, cada vez mais necessária, demandada pelos três setores da economia: primário, secundário e terciário.


Turismo pelo Brasil


Na esteira dos novos sinais e ações substantivas que se esboçam, as principais lideranças setoriais do Turismo brasileiro aderem à campanha lançada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação – “Turismo pelo Brasil: quando o turismo cresce, o Brasil cresce junto”. Notícias, entrevistas e reportagens, trabalhadas com as ferramentas e qualidade profissional do jornalismo, entraram na grade de programação da rede – TV, rádio e em toda a capilaridade digital de que esses meios dispõem.


Exemplo de postura proativa, que aposta todas as fichas no fortalecimento e reinvenção da indústria turística brasileira vem da Tour House Viagens e Turismo (www.tourhouse.com.br) – uma TMC (Travel Management Company) fundada em 1990 que tem no comando o empresário Carlos Prado. Exemplo típico e bem-sucedido de self-made man, Prado fez da sua agência uma das mais importantes do país. Em função dos valores que defende e da liderança que exerce, ele preside o Conselho de Administração da Abracorp – Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas.


“Temos de desviar o olhar do próprio umbigo para enxergar o Turismo como prioridade estratégica ao desenvolvimento sustentável do Brasil. Por isso, a Tour House decidiu investir na campanha de iniciativa cooperada lançada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação. A veiculação de spots assinados pela Tour House em prol da campanha começa em 10 de junho, na Rádio Bandeirantes; Band News e Rádio Trânsito”, explica Carlos Prado.


O executivo acrescenta que a campanha “Turismo pelo Brasil – quando o turismo cresce, o Brasil cresce junto” já se revela acertada e vencedora nos propósitos que a inspiraram. “É muito gratificante constatar a movimentação das agências de publicidade, marketing digital e live marketing, que se empenham na criação e na produção de mensagens voltadas ao desejo coletivo de um Brasil economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente responsável. Afinal, o Turismo constitui a opção mais rápida, segura e promissora para o Brasil reverter os números adversos da economia e entrar em um novo círculo virtuoso”, conclui Carlos Prado.


Serviço

Tour House Viagens e Turismo

Rua da Consolação, 247 – 9º Andar – São Paulo

55 11 3156-7777

Mais em https://tourhouse.com.br/

27 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest