Cobradores de ônibus serão substituídos por cartão-transporte em quatro anos

Proposta de implantação gradual foi aprovada pela Câmara



Negociação entre os trabalhadores do transporte público, os empresários do ramo, a Prefeitura de Curitiba e os vereadores da cidade resultou na aprovação, nesta terça-feira (11), de projeto de lei que garante a ampliação da bilhetagem eletrônica na capital do Paraná. A substituição dos cobradores de ônibus pela tecnologia, no molde do que já acontece nos microônibus da cidade, será feita ao longo dos próximos quatro anos.


Esta solução dependia da aprovação, na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), de um substitutivo geral que permitisse o avanço gradual da bilhetagem eletrônica, alinhado a ações de requalificação profissional dos cobradores de ônibus, evitando o desemprego entre estes trabalhadores. Esta era uma exigência do Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba).


Protocolado pela Prefeitura de Curitiba no dia 25 de novembro de 2018, o projeto de lei originalmente falava em tornar a bilhetagem eletrônica a forma exclusiva de cobrança no transporte coletivo da cidade.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest