OAB defende afastamento de Moro e Dallagnol

Medida seria para que as investigações fossem feitas



O Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) recomendou que os envolvidos nos vazamentos revelados pelo site The Intercept Brasil peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam. Para a OAB, a medida seria para que as investigações corressem "sem qualquer suspeita".


Na nota, o conselho também considerou os fatos como graves e defendeu uma investigação plena, imparcial e isenta sobre o caso. Além disso, declarou que os vazamentos envolvem "possível relação de promiscuidade" na condução da operação Lava Jato.


Mensagens atribuídas ao ex-juiz Sergio Moro e ao procurador Deltan Dallagnol, do Ministério Público Federal (MPF), que foram divulgadas neste domingo (9) pelo site mostram que os dois trocavam colaborações quando integravam a força-tarefa da Operação Lava Jato.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

16 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest