banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Fura-catracas provocam prejuízos de R$ 6 milhões por ano

Só em uma operação, Guarda Municipal flagra 26 pessoas



As empresas do transporte coletivo de Curitiba estão intensificando as ações contra os fura-catracas. De acordo com estudos das próprias empresas, estima-se que o sistema absorva uma perda de R$ 6 milhões por ano, com a ação de 4 mil passageiros que não pagam a tarifa. Nesta quarta-feira (5/6), 26 pessoas foram flagradas ao entrar no ônibus sem pagar a passagem, na estação-tubo Constantino Marochi, no Juvevê, por volta das 22h.


Eram 22 adolescentes e quatro homens maiores de 18 anos. A operação foi desencadeada pela Secretaria Municipal da Defesa Social, no fim da noite desta quarta-feira (5/6). “Era um grupo de jovens que estava em uma igreja e, na saída, furaram a catraca para retornarem até suas casas”, conta o secretário da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.


A Defesa Social havia recebido denúncias da população de que essa prática acontecia com frequência no local. “As pessoas podem repassar esse tipo de informação para a Guarda Municipal pelo telefone 153, para averiguações e possíveis novas ações”, pontuou.

28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest