banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Tecnologia a favor da segurança

Na Pumatronix as soluções são desenvolvidas pelas áreas de Mecânica, Eletrônica, Óptica e Software.

Em um cenário em que as cidades estão cada vez mais conectadas, sistemas, equipamentos e pessoas precisam estar interligados, trabalhando de forma cooperativa, com uma troca de informações rápida e eficiente. Essas informações provêm de diversas fontes, como iluminação pública, bicicletas compartilhadas, transporte público, tráfego de automóveis e muitas outras.


Para agentes de segurança, uma das principais frentes de análise é justamente o monitoramento de veículos, pois eles podem servir ao deslocamento de contrabando e de bandidos. Nesse aspecto, as soluções de monitoramento veicular surgem como uma excelente ferramenta, principalmente quando empregam novas tecnologias para facilitar o registro, a identificação e a obtenção de informações a respeito desses veículos.


Alguns sistemas que detectam e identificam placas veiculares, por exemplo, realizam uma série de análises estatísticas e até comportamentais. A base do desenvolvimento está na captura e no processamento de imagens, que consiste na identificação de caracteres por meio de softwares que utilizam técnicas de Machine Learning e Inteligência Artificial.


São soluções reais aos problemas do dia a dia que, com o apoio das áreas de pesquisa, desenvolvimento e inovação, transformam a realidade diante de uma frota de veículos que cresce cada vez mais, apoiando e facilitando o trabalho de fiscalização, monitoramento e inteligência policial.


No caso da Pumatronix, as soluções são desenvolvidas pelas áreas de Mecânica, Eletrônica, Óptica e Software. A companhia, que em 2019 está investindo acima de 10% do faturamento em PD&I, dispõe de produtos como o JIDOSHA Mobile, desenvolvido para contribuir com a fiscalização e o monitoramento veicular.


O JIDOSHA Mobile faz a detecção e o reconhecimento das placas dos veículos, identificando os caracteres (letras e números) e sua sintaxe. Em seguida, envia essas informações para um sistema de retaguarda, que devolve informações como marca, modelo, cor, restrições de circulação, entre outras. Com ele, a polícia pode identificar carros roubados, por exemplo.


Tudo isso “roda” no próprio celular, com informações precisas e em tempo real e alto índice de assertividade na leitura automática das placas dos veículos. Em poucos cliques tudo está na palma da mão, graças a sistemas inteligentes.


Outra solução da Pumatronix é o VTR, pensado para suprir a demanda das forças policiais de reconhecer placas de veículos durante seu deslocamento em rondas das viaturas. Com o VTR, é possível realizar a leitura de todas as placas dos veículos situados nas vias pelas quais as viaturas passam. Imediatamente, é possível saber se os veículos das proximidades são alvo de mandados de busca e apreensão, possuem licenciamento em aberto e até mesmo se o veículo faz parte de alguma investigação maior.


Ao identificar um carro roubado ou outras irregularidades, o sistema dá o alerta. Funciona como um carro inteligente, o que amplia a eficiência policial por meio da leitura continuada das placas. Junto à câmera há ainda uma unidade de processamento, que roda com extrema eficiência na leitura das placas e pode armazenar todas as informações coletadas para depois serem descarregadas nas delegacias.


Todas as informações coletadas são encaminhadas para um banco de dados na nuvem, o que garante um armazenamento seguro. Essa solução de segurança já está em funcionamento em cidades do Sul, Nordeste do Brasil e no interior de São Paulo.


Ricardo Anselmo Andriani é diretor de inovação da Pumatronix, formado em Engenharia eletrônica pela UTFPR (2002)..

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest