Assembleia tem sistema para ser mais transparente

Traiano assinou o convênio com os desembargadores Thompson e Xisto Pereira



A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) vai adotar o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) para o trâmite de processos administrativos. A ferramenta não terá custos ao Poder Legislativo e permite a gestão eletrônica e simultânea das atividades sem uso de papel. O objetivo é promover transparência, agilidade, sustentabilidade e economia de recursos, resultando em menos burocracia e mais celeridade. O legislativo paranaense é o terceiro do País a adotar a ferramenta.


O SEI foi criado por servidores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em 2009, e atualmente é utilizada por mais de 400 órgãos públicos em todo o Brasil, como a Presidência da República. O presidente do TRF4, desembargador federal Thompson Flores, esteve na Assembleia nesta segunda-feira (03) para assinar o termo de cooperação para a cessão de uso do sistema pela ALEP. O termo foi assinado eletronicamente pelo desembargador federal, pelo presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), e pelo presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira.


Traiano destacou mais esta inovação na gestão da Assembleia Legislativa do Paraná. Atualmente, apenas a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e a Câmara Legislativa do Distrito Federal utilizam a ferramenta. “Estamos mais uma vez na vanguarda, que é o que buscamos. Abrimos as portas da Assembleia para uma gestão mais transparente, econômica e célere. É um passo fundamental para o Legislativo e para o Estado”, afirmou.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

26 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale