banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Corte de verbas tira R$ 48 milhões da UFPR

Orçamento reduzido pode comprometer pagamentos básicos



A Universidade Federal do Paraná (UFPR) teve R$ 48 milhões do orçamento previsto para este ano bloqueados pelo Ministério da Educação e Cultura. O montante do corte foi repassado à instituição nesta quinta-feira, 2, e segue a determinação de contingenciar 30% das verbas para orçamento das universidades federais públicas, conforme anúncio feito na última terça-feira, 30, pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. O corte do orçamento poderia, de acordo com estas fontes, impactar no funcionamento das instituições compromete o pagamento de água, luz, telefone, contratos de terceirizadas responsáveis por limpeza e vigilância.

Cortes ameaçam desde o pagamento de água e luz até o funcionamento dos Restaurantes Universitários

No entanto, nos meios acadêmicos circula a informação de que os cortes podem impedir o funcionamento da instituição a partir do segundo semestre deste ano. Professores, funcionários e alunos já estariam se articulando para tentar reverter essa situação e paralisações não são descartadas. O corte do orçamento poderia, de acordo com estas fontes, impactar no funcionamento das instituições compromete o pagamento de água, luz, telefone, contratos de terceirizadas responsáveis por limpeza e vigilância.

A UFPR é a oitava instituição que mais produz conhecimento no Brasil segundo ranking da Clarivate Analytics – entre as universidades federais, a UFPR fica na quinta posição.

4 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest