Novo ministro substitui toda a cúpula do MEC

Objetivo, segundo Abraham Weintraub, é “acalmar os ânimos”



Um dia após tomar posse, o novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou ontem a nomeação de quatro novos secretários para a pasta, além de mais uma mudança na Secretaria-Executiva do MEC. Na terça-feira, nas cerimônias de posse e transmissão de cargo, o novo ministro disse que não é radical e que é capaz de entregar resultados.

“Objetivo é acalmar os ânimos, colocar a bola no chão, pôr para rodar, republicanamente, respeitando diferentes opiniões”, disse Weintraub. Até a tarde de ontem, os cargos de presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e diretor da Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb) do Inep seguiam vagos. O Inep é a autarquia do MEC que realiza o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que fica sob a responsabilidade da Daeb.

Os novos secretários do MEC são: Antonio Paulo Vogel de Medeiros (secretário-executivo); Rodrigo Cota (secretário-executivo adjunto); Janio Carlos Endo Macedo (secretário de Educação Básica); Arnaldo Barbosa de Lima Junior (secretário de Educação Superior); Silvio José Cecchi (secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior); e Ariosto Antunes Culau (secretário de Educação Profissional e Tecnológica).

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

18 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest