banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Centro de Distribuição dos Correios em Colombo está em situação de calamidade

Sindicato da categoria denuncia Infiltração na estrutura e outros problemas



O Centro de Distribuição Domiciliar (CDD) dos Correios, em Colombo, está em situação de calamidade. As paredes internas e externas apresentam rachaduras, há buracos no teto, infiltrações no forro e o risco de desabamento pode atingir trabalhadores e clientes. É nessa unidade que as cartas e encomendas são organizadas para a entrega, atendendo a uma população de 240 mil habitantes, sendo a segunda maior cidade da Região de Curitiba. A denúncia é do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Paraná (Sintcom-PR).

Os trabalhadores da unidade relatam ainda que a cada chuva, as goteiras e vazamentos atingem os escaninhos de cartas e os funcionários trabalham embaixo de água pingando. A fiação está exposta e recebendo gotejamento, podendo causar um incêndio a qualquer momento. O cheiro de bolor e mofo têm adoecido muitos funcionários. O encanamento precisa ser trocado, pois os banheiros estão sempre entupidos. A ventilação é quase inexiste porque as janelas são muito altas e as dobradiças enferrujadas. A falta de limpeza e manutenção faz com que a sujeira se espalhe internamente, criando ambiente propício para ratos e baratas.

“O descaso nessa unidade é um absurdo e sabemos que ocorre em muitas outras. Os Correios apresentam lucros anuais milionários, mas não investem na estrutura e na valorização dos trabalhadores, de forma proposital, visando o sucateamento e a privatização”, alertou o diretor sindical, Ezequiel Dutra.

O Sintcom-PR afirmou vai procurar todos os órgãos de fiscalização e controle para exigir que a direção dos Correios providencie condições estruturais e de limpeza no prédio com a máxima urgência. O Sindicato está protocolando denúncias no Ministério Público do Trabalho, na Vigilância Sanitária, CREA e Defesa Civil.

Um dos trabalhadores do CDD Colombo, que preferiu não se identificar temendo represálias, disse ter orgulho dos Correios, mas que o ambiente é de pressão e de desrespeito. “Tenho orgulho do meu uniforme porque amo servir à população. Queremos dignidade para trabalhar e respeito com os nossos clientes”, desabafou.

4 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest