Filmes com temáticas musicais estão em cartaz na Cinemateca

Os acordes musicais se apresentam em diversas formas de arte na Oficina de Música de Curitiba.

A Cinemateca está com uma programação que une a temática musical com drama, romance e aventura, em longas metragens selecionados pelo jornalista e cinéfilo Marden Machado. Os longas começam a ser exibidos nesta sexta-feira (18/1) e seguem até o último dia da Oficina de Música (27/01). As entradas custam R$ 10 e meia-entrada R$ 5.


Com seleção de filmes brasileiros, o documentário ‘Torquato Neto, todas as horas do fim’ abre a agenda. O longa acompanha a infância do artista integrante da Tropicália, até sua morte com 28 anos. O ator Jesuíta Barbosa dá vida a poemas e outros escritos de Torquato.


Filmes ficcionais completam a programação, como ‘Todas as canções de amor’, ‘Paraíso Perdido’ e ‘Quase Samba’. “Quis valorizar o produto nacional, escolhendo filmes de grande qualidade que tiveram pouca visibilidade na cidade. Usando a música como mote, pude ver filmes que envolvam compositores e escolas musicais, universos que os estudantes da Oficina se sintam familiarizados”, explica Marden. Mas não é só para os especializados em música que a programação está montada. “A intensão é que quem assista ou se sinta em casa ou que desperte o interesse pela música, não só aprender um instrumento, mas para saber apreciar a arte”, conclui Machado. Veja a programação abaixo, ou no site: oficinademusica.org.br 18 e 22 de janeiro, às 16h e 20, às 19h Filme: TORQUATO NETO – TODAS AS HORAS DO FIM Direção: Eduardo Ades, Marcus Fernando


19, 24 e 26 de janeiro, às 16h e 27, às 19h

Filme: TODAS AS CANÇÕES DE AMOR (BR, 2018, romance, 90’, 14 anos) Direção: Joana Mariani Elenco: Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso, Luíza Mariani. Chico e Ana se mudam para um novo apartamento em São Paulo. Enquanto arrumam as coisas, ela acha uma fita K7 e decide escutar. Trata-se de uma mixtape que Clarisse fez 20 anos antes para seu marido, Daniel. Os dois casais, apesar de distanciados pelo tempo, têm muito em comum.


23 de janeiro às 16h e 19 e 26 de janeiro, às 19h Filme: PARAÍSO PERDIDO (BR, 2018, drama musical, 111’, 14 anos) Direção: Monique Gardenberg Elenco: Lee Taylor, Jaloo, Júlio Andrade. Paraíso Perdido é um clube noturno gerenciado por José (Erasmo Carlos) e movimentado por apresentações musicais de seus herdeiros. O policial Odair se aproxima da família ao ser contratado para fazer a segurança do jovem talento Ímã, neto de José e alvo frequente de homofóbicos, e aos poucos o laço entre o agente e o clã de artistas românticos vai se revelando mais e mais forte – com nós surpreendentes. 20, 25 e 27 de janeiro, às 16h Filme: QUASE SAMBA (BR, 2015, drama, 82’, 16 anos) Direção: Ricardo Targino Elenco: Mariene de Castro, João Baldasserini, Otto. Teresa é uma cantora de samba, que mora na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Mãe solteira de um filho pequeno, ela está grávida do segundo filho, e luta para sustentar a família. Dois homens aparecem em sua vida: o primeiro é o antigo namorado, um policial grosseiro e violento, e o segundo é um jovem atencioso, disposto a assumir a paternidade do futuro bebê. Enquanto o coração de Teresa se divide, ela conta com a ajuda do melhor amigo.


Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco) Ingressos: R$10 (inteira) R$5 (meia)

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest