Gaeco investiga envolvimento de PMs no incêndio da Vila Corbélia

Investigação apura também mortes de um policial e dois moradores


Gaeco investiga envolvimento de PMs no incêndio da Vila Corbélia

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Corregedoria da Polícia Militar do Paraná (PM-PR) cumpriram na manhã desta sexta-feira (18) dez mandados de busca e apreensão em Curitiba, Campo Largo, Piraquara e Guaratuba.

A investigação apura as mortes de um policial militar e dois moradores da Vila Corbélia, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), em 6 e 7 de dezembro, além de um incêndio que destruiu centenas de casas no local.

Segundo o Ministério Público do Paraná (MPPR), oito mandados foram expedidos pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba, a pedido do Gaeco, e outros dois pela Vara da Auditoria Militar, a pedido da Corregedoria da PM.

De acordo com o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, a PM tem um inquérito aberto para verificar as suspeitas de transgressões de caráter militar dos policias. Já o Gaeco fica na parte das investigações sobre os homicídios e o incêndio.

“Houve a morte de um policial militar e na sequência dois outros mortos e um motorista de aplicativo acabou sofrendo disparos, praticamente uma tentativa de homicídio”, afirma Batisti.

Últimas Notícias