Prefeitura começa a recuperação da estufa do Jardim Botânico

Plantas serão transferidas no período de obras



A estufa do Jardim Botânico vai passar por trabalhos de revitalização já a partir deste mês de janeiro. Nesta semana, os visitantes já encontram mobilização de trabalhadores para a instalação de tapumes, que trarão informações sobre a estrutura, que ficará interditada. A estimativa é de que os serviços tenham a duração de três meses, dependendo das condições climáticas do período.

A interdição é necessária para que os biólogos transfiram as plantas que ficam na estufa. Originárias da Mata Atlântica, elas deverão ser acondicionadas na estufa de pesquisa, que fica fora da área de visitação.

“As equipes também estão trabalhando na produção de novas mudas para compor a estufa depois de recuperada”, conta o diretor de Produção Vegetal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, José Roberto Roloff, responsável pela unidade de conservação.

No projeto de melhorias, estão previstas a recuperação das esquadrias, das estruturas metálicas, do piso do mezanino, das vedações, escadas e calhas. Além disso, serão feitas trocas de vidros, implantação de novos corrimões, limpeza interna, externa e pintura de toda a estrutura.

Os trabalhos fazem parte da revitalização do Jardim Botânico de Curitiba, que ainda vai incluir a implantação do Espaço Cultural, na área que fica atrás da estufa, com novas coleções e atividades relacionadas à botânica. Apenas na recuperação da estufa serão aplicados cerca de R$ 960 mil.

27 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest