banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Coritiba só aceita vender goleiro Wilson

Chapecoense quer o jogador por empréstimo



As negociações entre Coritiba e Chapecoense pelo goleiro Wilson chegaram a um impasse. O time catarinense quer o jogador por empréstimo, porém o clube paranaense diz que só aceita a venda em definitivo.

O Coritiba quer uma boa compensação financeira para liberar Wilson e ainda envolver pelo menos um jogador na negociação. Wilson, de 34 anos, tem contrato com o Coritiba até o fim de 2020. Em entrevistas anteriores, o presidente coxa-branca, Samir Namur, admitiu a possibilidade de negociá-lo por causa da situação financeira do clube. Mas ele também admitiu fazer um esforço financeiro para segurar o goleiro. Se não for negociado, ele se apresenta normalmente em 2 de janeiro.

Wilson já foi sondado por Avaí e Goiás. No caso deste último, a negociação não avançou porque o goleiro está se recuperando de uma lesão. O clube goiano trouxe Sidão, ex-São Paulo.

A Chapecoense procura um substituto para o goleiro Jandrei, negociado com o futebol italiano. Já chegou a tentar João Ricardo, ex-Paraná Clube e que defendeu o América-MG no último Brasileirão.

27 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest