Casal que agrediu criança de 6 anos diz estar arrependido

Advogado informou que clientes receberam ameaças de morte



A defesa de Danielle Cavalcanti e Alexandre Campos de Jesus, flagrados por câmeras de segurança de um condomínio em Brasília agredindo uma criança de 6 anos, divulgou uma nota, na sexta-feira (14), afirmando que o casal está “extremamente arrependido da fatalidade”.

Segundo o comunicado assinado pelo advogado Rafael Pitzer, os dois “foram tomados por violenta emoção” após presenciarem o filho com o “rosto deformado, boca e lábios sangrando muito”.

As imagens do circuito interno do condomínio mostram que, no último domingo (9), o filho do casal tropeça sozinho na bola, cai e bate a boca no chão. Ele levanta e deixa o local. Minutos depois, volta à quadra carregado pelo pai, Alexandre Campos de Jesus.

Alexandre segura um outro menino pelos braços e manda o filho dar um tapa no rosto da criança. Pouco depois, Danielle Cavalcanti aparece, vai até o garoto e o empurra.

De acordo com a nota, Alexandre e Danielle foram informados por testemunhas de que os machucados do filho foram causados por uma outra criança. O advogado dos dois escreveu que o menino não conseguia falar devido aos ferimentos. Por esse motivo, eles teriam sido tomados “por violenta emoção”.

O texto cita também que Alexandre e Danielle “sempre buscaram dar uma boa educação para seus filhos pautada no diálogo e respeito para com o próximo”.

19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest