Justiça suspende leilão do Hospital Evangélico

Instituição havia sido arrematada pelo grupo Mackenzie



O leilão do Hospital Evangélico de Curitiba e da Faculdade Evangélica do Paraná, realizado em setembro deste ano, foi suspensa pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). A decisão foi publicada pelo Tribunal na segunda-feira (3). Na decisão, o leilão não foi cancelado, mas suspenso até que sejam julgados os recursos que questionam o pregão.

O Evangélico e a Faculdade foram arrematados por R$ 215,5 milhões em leilão realizado no dia 28 de setembro, mas recursos questionam parte da documentação apresentada pelo grupo Mackenzie, de São Paulo.

O pregão de setembro atraiu três grupos investidores, porém, um dos grupos não compareceu. Esse foi o segundo leilão do Evangélico, já que o primeiro, realizado em 17 de agosto, foi desfeito. Na ocasião, o consórcio que havia arrematado as instituições por R$ 259 milhões descumpriu o prazo de dois dias úteis para o pagamento do sinal - equivalente a 20% do valor da arrematação -, provocando a desfeita do primeiro leilão de venda.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

28 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale