Gaeco faz ação contra o crime organizado em presídio de Foz

Operação teve alcance nacional e puniu 266 pessoas



Agentes do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) cumpriram nesta terça-feira (4) quatro mandados de busca e apreensão e três de prisão em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

A ação faz parte de uma megaoperação comandada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNOC) contra integrantes de facções criminosas em 14 estados e no Distrito Federal.

No total, durante a operação batizada de "Encarcerados", devem ser cumpridos 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão.

Em Foz do Iguaçu, os três mandados de prisão temporária foram cumpridos contra investigados já presos na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu 2 (PEF 2).

Ainda pela manhã eles foram levados para a sede do Gaeco, no prédio do Ministério Público Estadual (MP-PR), para prestarem depoimento.

Segundo o delegado Tiago Mendonça, eles são suspeitos de fazer parte de uma organização do Primeiro Comando da Capital (PCC) – de São Paulo - responsável por ações criminosas em Santa Catarina.

Nas celas que elas ocupam na PEF 2 foram apreendidos, entre outros, documentos e chips de telefones celulares.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

17 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest