banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Torcedores do Coritiba serão julgados por tentativa de homicídio

Crime ocorreu em junho de 2017, no estádio Couto Pereira



Os três torcedores do Coritiba, que agrediram um corintiano em junho de 2017, vão responder por tentativa de homicídio segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR). Eles respondem em liberdade pelo crime de lesão corporal. A briga aconteceu antes de uma partida entre as equipes, pelo Campeonato Brasileiro, do lado de fora do Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba.

O torcedor, Jonatan José Gomes Souza da Silva, foi agredido quando chegava de ônibus para assistir à partida. Ele chegou a ser encaminhado em estado grave para o Hospital do Trabalhador, mas teve alta no mesmo dia.

“O Ministério Público entendeu que não se trata de uma mera briga. A intenção deles não era apenas lesionar. Quem dá pisão, quem dá chute, quem dá paulada na cabeça de alguém que está praticamente desmaiado está no mínimo assumindo o risco de produzir o resultado morte”, afirma o promotor de Justiça, Lucas Leonardi.

A torcida organizada do Coritiba informou que acompanha de perto e trata o caso como legítima defesa, já que “os ônibus que levavam os torcedores do Corinthians desviaram do bloqueio da polícia militar com a intenção de invadir a sede da torcida”.

1 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest