Estado notifica Econorte para que cumpra liminar judicial

Justiça mandou fechar praça de pedágio de Jacarezinho e baixe tarifa



O Governo do Paraná notificou neste sábado (24) a concessionária Econorte para que cumpra todas as determinações da liminar expedida pela 1a. Vara da Justiça Federal de Jacarezinho na última quinta-feira. O ofício foi entregue pelo coronel reformado Marco Aurélio Paredes Czerwonka, nomeado interventor em outubro pela governadora Cida Borghetti, na sede da empresa, em Londrina. A entrega da notificação é um ato formal necessário, em razão do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-Pr) ser o poder concedente do trecho rodoviário explorado pela Econorte. No documento, o órgão estadual destaca que a liminar da Justiça Federal suspende os efeitos dos termos aditivos e atos administrativos que alteraram o contrato original assinado em 1997 e que deve ser retomado. O DER ratifica a obrigatoriedade da concessionária em liberar as cancelas da praça de pedágio de Jacarezinho e reduzir em 26,75% as tarifas nas praças de Sertaneja e Jataizinho. Além disso, a notificação reforça a necessidade da adoção das medidas necessárias para que a construção do Contorno Norte de Londrina seja iniciada em 30 dias. A deliberação do juiz federal Rogério Dantas Cachichi também pediu o bloqueio de R$ 1 bilhão da Econorte e suas controladoras. A decisão é resultado de ação movida pelo Ministério Público Federal com o apoio do Governo do Estado, que faz parte do polo ativo da ação.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

20 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale