banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Implantes de próteses cardíacas são destaque no 18º CardioInterv

Hospital Costantini traz a Curitiba grandes nomes da Cardiologia



O tratamento de doenças estruturais do coração pela utilização de cateter é foco da 18ª edição do CardioInterv, um dos principais eventos científicos de Cardiologia Intervencionista do Brasil. O evento, realizado pelo Hospital Cardiológico Costantini, acontece na Capital paranaense nos dias 29 e 30 de novembro e reunirá palestrantes renomados. Dentre os destaques temáticos deste ano, as novas técnicas minimamente invasivas de implantes de próteses cardíacas. "São procedimentos em quem não há a necessidade de abrir o peito do paciente para implantar as próteses, por tanto, não as consideramos como cirurgia. O tratamento das lesões coronárias é realizado, cada vez mais, por meio de técnicas via cateter, tanto nas válvulas cardíacas quanto no apêndice atrial esquerdo", destaca o diretor-científico do Hospital, Costantini Ortiz Costantino. O médico lembra que procedimentos via cateter vêm sendo muito utilizados para reduzir os riscos de Acidente Vascular Cerebral (AVC) em pessoas com arritmia cardíaca, chamada de fibrilação atrial. "Estes pacientes podem formar coágulos no apêndice atrial. Se estes trombos se desprenderem podem parar nos vasos cerebrais, causando um AVC. Para evitar a formação de coágulos, há a indicação de medicamentos anticoagulantes, que aumentam os riscos de sangramentos. Com o implante da prótese cardíaca no apêndice atrial é possível eliminar os anticoagulantes sem aumentar o risco de AVC", explica. Estas e outras técnicas atuais utilizadas no diagnóstico, mapeamento e tratamento de doenças cardiovasculares serão apresentadas e discutidas no CardioInterv pelos principais nomes da Cardiologia Intervencionista mundial. Dentre eles: *Gregg W. Stone: professor e pesquisador na Columbia University, diretor no 'Center for Interventional Vascular Therapy', no 'New York Presbyterian Hospital/Columbia University Medical Center' e no 'Medical Research and Education, The Cardiovascular Research Foundation', em New York. Responsável pelo maior congresso sobre a especialidade nos Estados Unidos, o 'Transcatheter Cardiovascular Therapeutics' (TCT). *David R. Holmes Jr: ex-presidente do 'American College of Cardiology' e professor em cardiologia da Mayo Clinic, especialista em Educação Cardiovascular. Americano estudioso sobre o tratamento via cateter de doenças cardíacas, especialmente os relacionados ao fechamento do apêndice atrial esquerdo. *Ziyad Hijazi: pediatra mundialmente reconhecido por sua atuação no tratamento de doenças cardíacas infantis congênitas. Hijazi é natural do Qatar e diretor do maior congresso da especialidade realizado anualmente nos Estados Unidos, o 'Pediatric & Adult Interventional Cardiac Symposium' (PICS). *Eulógio Garcia: cardiologista intervencionista com renomada experiência no tratamento de problemas de válvulas cardíacas por cateter. O médico espanhol é referência mundial em implante de prótese da válvula aórtica transcateter (sem cirurgia). "São quatro dos mais importantes cardiologistas do mundo, que vêm a Curitiba para trazer as mais modernas técnicas da Cardiologia Intervencionista e interagir com nossos profissionais, dando ainda mais destaque a este evento, que ao completar 18 anos celebra nossa maioridade científica", avalia o médico Costantino R. Costantini, diretor-geral do Hospital Costantini. O evento também contará com a presença do médico Marcelo Queiroga, presidente eleito para próxima gestão da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e responsável pelos setores de Urgências e Emergências e de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Hospital Alberto Urquiza Wanderley, em João Pessoa/PB. Costantino lembra ainda que, segundo estimativa da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), somente em 2018, mortes por problemas relacionados ao coração e à circulação podem chegar a 400 mil. "Doenças cardiovasculares matam duas vezes mais do que todos os tipos de câncer juntos e três vezes mais do que doenças respiratórias", alerta o médico. Cardiologia intervencionista em alta Além de promover o CardioInterv há 18 anos, o Hospital Cardiológico Costantini investe em tecnologia para o tratamento dos pacientes cardiológicos. Recentemente, adquiriu os mais modernos equipamentos da América Latina para o Serviço de Hemodinâmica, melhorando a precisão do diagnóstico e a segurança no tratamento de doenças cardiovasculares. Entre os diferenciais, as máquinas possuem melhor definição de imagem, softwares específicos para exames cardiológicos e a redução de até 98% na exposição do paciente e dos médicos à radiação. SERVIÇO: 18º Simpósio Internacional de Cardiologia Intervencionista Data: 29 e 30 de novembro Local: Hospital Cardiológico Costantini

28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest