banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Rede de Proteção apreendeu 41 cavalos usados para tração

Tração animal é proibida em Curitiba desde 2015

Uma fiscalização da Rede de Proteção Animal realizada com apoio da Guarda Municipal resultou na apreensão de dois cavalos utilizados para tração na tarde desta terça-feira (30/10). Com esta operação, já foram recolhidos 41 animais em situação semelhante de maus tratos e desrespeito à legislação. O caso desta terça aconteceu no bairro Cajuru, no Jardinete Coronel Almir Silva. O grupo que explorava os animais já vinha sendo monitorado pela fiscalização, além de ser alvo de denúncias da população via Central 156. Os animais ficam sob a guarda da Rede de Proteção Animal até serem encaminhados para adoção responsável. A tração animal para transporte de cargas é proibida em Curitiba desde 2015, quando foi sancionada a Lei 14.741 de 27 de outubro daquele ano. Em janeiro de 2018, o prefeito Rafael Greca assinou o decreto que regulamenta o texto da legislação, que prevê multa e apreensão dos animais. O diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo, lembra que a proibição da prática leva em conta o peso, as jornadas extenuantes e a dieta inadequada à qual, muitas vezes, os animais são submetidos. “Além disso, existiria o risco de lesões provocadas pelo não uso ou pelo mau uso de ferraduras”, reforça. A Rede de Proteção Animal pede que a população ajude a denunciar situações semelhantes de desrespeito à lei via Central 156.

26 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest