banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Décimo terceiro salário injeta R$ 12,5 bi na economia do Paraná

Cerca de 5,1 milhões de pessoas no Estado têm direito ao benefício

O pagamento do 13º salário deve injetar R$ 12,5 bilhões na economia do Paraná até o final do ano. As estimativas são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgado ontem. Esse montante representa em torno de 2,9% do PIB estadual, e deve beneficiar cerca de 5,1 milhões de paranaenses. No País todo, o pagamento deve chegar a R$ 211,2 bilhões. No ano passado o 13º salário injetou R$ 11 bilhões na economia de fim de ano no Paraná e pouco mais de R$ 200 bilhões no País. No estado, os empregados do mercado formal, celetistas ou estatutários, representam 59,7%, enquanto pensionistas e aposentados do INSS equivalem a 38,4%. O emprego doméstico com carteira assinada participa com 1,8%. Em relação aos valores que cada segmento receberá, nota-se a seguinte distribuição — os empregados formalizados ficam com 72,0% (R$ 8,95 bilhões) e os beneficiários do INSS, com 21,0% (R$ 2,6 bilhões), enquanto aos aposentados e pensionistas do Regime Próprio do estado caberão 5,6% (R$ 700,7 milhões) e aos do Regime Próprio dos municípios, 1,3%. A primeira parcela do 13º salário dos trabalhadores deve ocorrer até 30 de novembro, podendo ser antecipada caso a empresa tenha dinheiro em caixa. Já a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro. Para os empregados do setor formal, a estimativa é de que R$ 8,8 bilhões serão pagos aos 3,07 milhões de trabalhadores formais do setor público e privado no Paraná, excluídos os empregados domésticos.

30 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest