Primo de Beto Richa falta a audiência da Operação Publicano

Defesa de Luiz Abi Antoun apresentou atestado médico

Em viagem ao Líbano após autorização da Justiça, Luiz Abi Antoun, primo do ex-governador do Paraná Beto Richa, faltou a audiência da Operação Publicano, que apura um esquema de corrupção na Receita Estadual. Nesta segunda-feira (15), Luiz Abi, que é um dos réus do processo, seria interrogado. Alvo de mandado de prisão da 55ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em 26 de setembro, Luiz Abi não chegou a ser preso, pois tinha embarcado para o exterior em 22 de setembro, dois dias antes de a defesa dele notificar o juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, no norte do Paraná, responsável pelos processos da Publicano. Na Operação Publicano, as investigações do Ministério Público do Paraná (MP-PR) afirmam que ele fazia indicações de cargos para a Receita Estadual. Ele também é apontado como "gestor político" do órgão. Além disso, o empresário é suspeito de receber dinheiro arrecadado como propina. Nesta segunda, a defesa de Luiz Abi apresentou um atestado médico do Líbano para justificar a ausência dele à Justiça. Segundo o promotor Leandro Antunes, o MP-PR vai apresentar uma petição sugerindo que o juiz intime a defesa para informar a data de retorno, com cópia da passagem, sob pena de pedido de prisão.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

27 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale