Zoo de Curitiba recebe tamanduá e micos-leões-dourados

Público vai conhecer novos moradores no feriadão

Zoo de Curitiba recebe tamanduá e micos-leões-dourados

Quem aproveitar o feriado desta sexta-feira (12/10) e o fim de semana para conhecer mais sobre os animais e a importância da conservação da fauna no Zoológico, no Alto Boqueirão, terá algumas surpresas. A área de exposição tem três novos moradores – a tamanduá-bandeira Lola, agora com um recinto só dela, e os micos-leões-dourados Lou e Ann. Depois de ter o nome escolhido por alunos de escolas municipais, Lola ainda precisava de um recinto para chamar de seu. Nos últimos dias ela passou a ocupar uma área vizinha à de Igor, animal da mesma espécie, com quem ela deve formar um casal assim que atingir idade adulta. A vinda dela de um criadouro conservacionista é um esperança de reprodução da espécie ameaçada. Lou e Ann receberam seus nomes em homenagem à pesquisadora Lou Ann Dietz, que trabalha pela conservação dos micos-leões-dourados no Brasil desde o início da década de 1980. Eles estão junto dos pequenos primatas, próximos da área dos muriquis. Apreendidos pelo Ibama em situação irregular, foram encaminhados para o Zoo de Curitiba. “Como é uma espécie classificada como "em perigo de extinção", aguardamos a autorização dos responsáveis pelo seu Plano de Manejo para ver se não teriam outra destinação”, explica o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente, Edson Evaristo. Agora, a ideia é tentar reproduzi-los dentro do programa de conservação de espécies ameaçadas.

Últimas Notícias