Hospital Evangélico é arrematado por R$ 215,05 milhões

Instituto Mackenzie está entre os novos administradores

O Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e a Faculdade Evangélica foram arrematados por R$ 215,05 milhões pelo consórcio MACK-HE Dourados (união entre o Instituto Presbiteriano Mackenzie e a Associação Beneficente Douradense), em leilão realizado nesta sexta-feira (28), na 9ª Vara do Trabalho de Curitiba. O pregão foi comandado pelo leiloeiro Helcio Kronberg e atraiu três grupos investidores, porém, um dos grupos não compareceu. Este é o segundo leilão do Evangélico, já que o primeiro, realizado em 17 de agosto, foi desfeito. Na ocasião, o consórcio que havia arrematado as instituições por R$ 259 milhões descumpriu o prazo de dois dias úteis para o pagamento do sinal - equivalente a 20% do valor da arrematação -, provocando a desfeita do primeiro leilão de venda. De acordo com o leiloeiro, “o consórcio MACK-HE deve pagar 20% do valor de entrada até dia 5 de outubro”. O pregão começou com o lance mínimo de R$ R$ 215 milhões pela Universidade Brasil. Além da MACK-HE, que já havia participado do primeiro leilão, outros dois consórcios foram habilitados para participar: NRE (que inclui as empresas NRE Participações S.A e ITPAC - Instituto Tocantinense Presidente Antonio Carlos S/A) e Universidade Brasil, que tem sede em São Paulo. Bastante emocionado, o diretor-presidente do Mackenzie, José Inacio Ramos, disse que a instituição assume a gestão do complexo para “dar a Curitiba o Hospital e a Faculdade Evangélica que a cidade merece”, empregando sua experiência e competência em gestão para recuperar a qualidade dos serviços.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest