banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Novo juiz federal assume ação que investiga Beto Richa

STJ determinou que processo saísse das mãos de Sérgio Moro

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que o juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal Criminal de Curitiba, assuma as investigações que têm como alvo o ex-governador Beto Richa (PSDB).

O apartamento onde Richa mora, em Curitiba, foi alvo de mandado de busca e apreensão na etapa da Lava Jato que apura supostas irregularidades na licitação para duplicação da PR-323, que nunca saiu do papel.

O ex-governador foi citado por delatores da Odebrecht que disseram ter pago pelo R$ 2,5 milhões como caixa dois para a campanha eleitoral de 2014.

A decisão que tirou a investigação de Sérgio Moro, juiz responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, atendeu a um recurso da defesa de Richa. Segundo o STJ, o procedimento não tem relação com outros casos julgados pelo juiz, que envolvem exclusivamente crimes de corrupção na Petrobras.

O ex-chefe de gabinete de Richa, Deonilson Roldo, e Jorge Atherino, empresário ligado ao ex-governador, estão presos desde a deflagração da 53ª fase da Lava Jato pela Polícia Federal (PF), no dia 11 de setembro.

25 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest