Filho de ministro do TCU é alvo de operação da Polícia Federal

Agentes fizeram buscas na casa do advogado em Londrina

Filho de ministro do TCU é alvo de operação da Polícia Federal

O advogado Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz do Tribunal de Contas da União, é alvo da quarta fase da Operação Registro Espúrio deflagrada na manhã desta terça-feira (18) pela Polícia Federal (PF).  A operação, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), investiga supostos desvios de valores da Conta Especial Emprego e Salário (CEES). Segundo as investigações, os desvios chegam a R$ 9 milhões. O apartamento e o escritório de Tiago, são alvos de mandados de busca. O sócio dele Bruno de Carvalho Galiano é alvo de mandado de prisão temporária. A PF chegou a pedir a prisão de Tiago Cedraz, mas o STF negou. Tiago Cedraz é investigado pelos supostos crimes de peculato e corrupção ativa. Marcelo de Lima Cavalcanti, chefe de gabinete do deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP), também é alvo de mandado de busca e prisão temporária. Ele foi preso em São Paulo. No total, a PF cumpre 16 mandados de busca e apreensão e 9 de prisões temporárias em Brasília, Goiânia, Anápolis (GO), São Paulo e Londrina.

Últimas Notícias