Especialista diz que apenas 10% do acervo serão recuperados

Reconstrução não restaura perdas no Museu Nacional, diz MPF

A vice-diretora do Museu Nacional, Cristiana Serejo, revelou que na tarde desta segunda-feira (3) que apenas 10% do acervo não foram destruídos em razão do incêndio que começou no domingo (2), por volta das 19h20.

Serejo disse também que um detector de fumaça não estava funcionando no momento do ocorrido e adiantou que, em um primeiro momento, serão necessários R$ 15 milhões para a recuperar o museu. “Houve o contingenciamento de um terço do valor de R$ 514 mil. Esse ano recebemos R$ 240 mil, o que é pouco”, afirmou Serejo, em frente ao Museu Nacional.

“A perda é irreparável e a falta de estabelecimento de prioridades das políticas públicas na área cultural afetam não somente o Brasil mas toda a humanidade. A reconstrução do seu prédio apenas preservará o referencial arquitetônico daquele monumento, mas jamais os tesouros que compunham seu acervo”, diz nota do MPF.

27 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest