Prefeitura prorroga prazo para aplicativos de transporte se adequarem

Motoristas e empresas terão mais 90 dias para cumprirem exigências da lei

A Prefeitura estuda as medidas para atualizar a regulamentação sobre aplicativos de transporte de passageiros à legislação federal e decidiu prorrogar por 90 dias as medidas que venceriam nesta quinta-feira (16/8). O prazo foi estendido para que sejam finalizados os estudos e análises técnicas. O município ainda vai definir os requisitos que serão exigidos, mas o secretário de Finanças, Vitor Puppi, garante que as eventuais mudanças não trarão impactos negativos nem para motoristas nem para usuários. “Estamos estudando formas de aprimorar as medidas, de tal maneira que traga mais conforto e segurança para os usuários e que não haja impacto negativo sobre preços”, disse. Com a decisão, também ficam prorrogados por mais 90 dias o cumprimento de dois pontos do decreto nº 1495 de 16/08/2017 que venceriam nesta quinta-feira (16/8). O primeiro diz respeito à idade veicular de no máximo 5 anos, ou, no caso de veículos híbridos, elétricos ou adaptados para transporte de pessoas com deficiência, de até 8 anos. O segundo ponto trata da necessidade de o veículo estar emplacado no município de Curitiba. De acordo com o secretário de Finanças, Vitor Puppi, foram feitas diversas reuniões com as empresas de aplicativos e a intenção é que em até 90 dias os estudos estejam concluídos. “Estamos fazendo um ajuste fino para uma atividade que ainda é nova. Mas tudo está sendo feito com o cuidado para não causar aumento de preços ou qualquer empecilho a esse tipo de serviço”, explicou Puppi.

21 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest