Festival Nacional da Truta na Serra Catarinense

Apreciada por muitos brasileiros, a truta está se tornando parte indissociável da dieta nacional

O peixe, que tem forma alongada de até 60 cm e pode chegar a 2 kg, nasceu nos Estados Unidos e Canadá, mas hoje o consideramos brasileiro. Aqui a truta se encontra principalmente em rios localizados nos planaltos do Sul e Sudeste, e ganha destaque na Serra Catarinense - nas águas cristalinas, puras e bem oxigenadas do lugar, requisitos essenciais para que a espécie cresça e se reproduza. Aliás, sabe-se, por causa dessas qualidades ambientais, que a truta é um dos poucos peixes que pode ser consumido sem quaisquer riscos de contaminação. Com tantos elogiados atributos, não é por acaso que está virando estrela da nossa gastronomia e poderá ser degustada de todas as formas no III Festival Nacional da Truta, de 31 de agosto a 30 de setembro, em Urubici e Bom Retiro. As duas cidades estão próximas dos cânions, a cerca de mil metros de altitude e situadas a menos de 170 km de Florianópolis por uma exuberante estrada asfaltada rumo ao Oeste, no sentido da deslumbrante Serra Geral. PARA OS OLHOS E O PALADAR O festival é a principal atração deste final de inverno em um dos mais frequentados destinos turísticos do Brasil. Para acompanhar o prato principal do cardápio, vinhos produzidos na região, que trazem a reconhecida qualidade dos "vinhos de altitude". É importante ressaltar que Urubici e Bom Retiro reúnem um conjunto de condições naturais, geográficas, climáticas e culturais que expressa um terroir próprio, manifestado principalmente na culinária regional. Outro detalhe é que, aliado a ingredientes típicos, o cenário gastronômico serrano vem se renovando e assimilando novos produtos. Receber bem é uma das qualidades de quem mora e trabalha na Serra Catarinense. Para garantir a qualidade do evento, a Pouserra, que é a Associação do Trade Turístico de Urubici, promotora do Fenatruta, reuniu os principais estabelecimentos de gastronomia, pousadas, vinícolas e operadores de turismo, a fim de garantir aos seus frequentadores uma estrutura acolhedora com opções variadas, incluindo passeios pelos vinhedos, visitas às cascatas, cânions e serras, cavalgadas, contatos com animais e lugares inesquecíveis. Por todos os cantos dos dois municípios - onde residem cerca de 20 mil habitantes - será possível viver o festival em sua total plenitude. As delícias à base de truta estarão disponíveis nos bistrôs, cafés, empórios, churrascarias e pizzarias das cidades. Em cada lugar, o público terá a oportunidade de degustar pratos especialmente selecionados para agradar o paladar e os bolsos, com preços de cardápio de até R$ 49,00 por pessoa. O Fenatruta integra os diversos segmentos da economia da região, valoriza a truta e os ingredientes locais, além de promover a sustentabilidade e a responsabilidade social. Enaltece os chef´s e seus criativos pratos, divulga o turismo através das pousadas, restaurantes, comércio e, principalmente, os truticultores, que comemoram a expansão do importante setor. A produção de trutas na Serra vem ganhando crescente expressão. Nos últimos seis anos teve um incremento de 30%, conforme dados da Acatruta (Associação Catarinense de Truticultores), que reúne 18 associados. Promover o festival nesta época do ano, além de divulgar a atividade, mostra que a Serra Catarinense não está parada, é potencial turístico em todas as estações. E mais, a proposta alia a expectativa de reconhecer a truta como um produto com identidade geográfica, assim como os premiados vinhos de altitude, o queijo serrano e as frutas finas orgânicas, o que se torna esse Festival Nacional em mais uma oportunidade de movimentar a enogastronomia, gerar e produzir renda para a região. HISTÓRICO A primeira edição do Fenatruta, realizada em 2016, reuniu nove restaurantes e mais de 850 pratos comercializados. Em 2017 o número quase dobrou. Foram 15 estabelecimentos e, aproximadamente, 2.000 pratos consumidos. Nestas duas primeiras edições o grande ganho foi a união do polo de gastronomia de Urubici. Através da parceria com o Senac, Sebrae e a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo local, o município está bem mais capacitado e preparado para oferecer o que há de melhor na localidade. Estimulada pelo festival, a população passou a frequentar com maior assiduidade os restaurantes e a valorizar a truta como um produto bastante representativo das potencialidades locais. Este ano a meta é ampliar o festival através da oferta integrada de gastronomia, hospedagem, enoturismo e roteiros de natureza, por meio de pacotes conjuntos oferecidos pelas pousadas e por agências de turismo de Santa Catarina, totalizando 16 estabelecimentos de alimentação, nove pousadas e duas lojas de artesanato em Urubici e Bom Retiro.

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest