Queda de ponte na Itália deixa mais 22 mortos

Ponte Morandi desabou durante uma forte chuva que atingia a região

Uma parte da ponte Morandi, da rodovia A10, desmoronou e deixou 22 mortos em Gênova, no norte da Itália, na manhã desta terça-feira (14), de acordo com o vice-ministro de Infra-estrutura e Transportes, Edoardo Rixi. O número de mortos ainda pode aumentar, pois as equipes de resgate trabalham no local em busca de vítimas. Mais cedo, a agência italiana Adnkronos e o jornal "Le Reppublica", citando o serviço de Emergência 118 Gênova, afirmaram que "dezenas" de pessoas tinham morrido. Francesco Bermano, diretor da central de emergência 118 Gênova, afirmou que várias pessoas estão sob os escombros e que feridos já foram levados para um hospital da região. O número de sobreviventes não foi divulgado. Cerca de 200 agentes estão envolvidos nas operações de resgate. "Não é aceitável que uma ponte tão importante não tenha sido construída para evitar esse tipo de colapso", disse Rixi, no canal SkyNews24, falando de Gênova. Já o ministro do transporte de Itália, Danilo Toninelli, considerou o incidente "uma terrível tragédia".

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest