Documentário brasileiro revela a verdade sobre as criptomoedas

Entender o mercado de criptomoedas ainda é um grande desafio para a maior parte dos brasileiros

Poucas pessoas possuem as habilidades técnicas para entender todas as possibilidades deste mercado. Segundo o site Coinmarketcap, em julho de 2018, o valor total de mercado das criptomoedas beirava os incríveis 300 bilhões de dólares, o que ultrapassa a marca de 1 trilhão de reais na cotação atual.

A CoinDesk aponta que no segundo trimestre de 2018, mais de 7,2 bilhões de dólares foram levantados em ICOs (Initial Coin Offerings), o que mostra que o setor permanece muito aquecido e com uma extraordinária movimentação financeira. Poucos setores estão captando tanto dinheiro e criando tantas empresas como o ecossistema de criptomoedas.

Para entender os principais aspectos da tecnologia do blockchain e a revolução que ela está causando no mundo, um grupo de traders profissionais decidiram produzir o maior documentário sobre criptomoedas do Brasil, o Futuro Descentralizado.Entre os idealizadores desta iniciativa está, Edson Beux e Leandro Lima, que são os fundadores dos 300 Traders, empresa focada em educação de trading profissional em criptomoedas.

"Envolver grandes nomes do mercado no documentário foi um desafio, principalmente em uma iniciativa independente. O Futuro Descentralizado não recebeu verba pública, nem participou de nenhum edital de lei de fomento à cultura. Todo o projeto foi pensado para levar ao grande público como as criptomoedas estão revolucionando vários setores da economia no mundo inteiro.” explica Beux.

Para entender o que justifica construir uma obra tão grandiosa, é necessário entender a realidade no qual o ecossistema de criptomoedas vive hoje, por ainda ser algo restrito a pouca gente o Futuro Descentralizado deseja disseminar o conhecimento para muitas pessoas.Assista o trailer:

"É necessário ter uma mídia independente produzindo um material de excelente qualidade audiovisual específico sobre a área de criptomoedas sem ter conflitos de interesse, e direto ao assunto de forma com que qualquer pessoa possa entender, só desta forma, o mercado poderá atingir todo o seu potencial.“ explica Lima.

A lista de pessoas entrevistadas é extensa, composta por mais de 20 profissionais da áreas mais diversas, contando com a participação de Helio Beltrão - Presidente do Instituto Mises Brasil, Eduardo Maschio - Físico quântico, e até mesmo de Enrique Souza, programador e desenvolvedor da criptomoeda SmartCash no Brasil.

A narrativa da websérie foi construída a partir dos elementos que envolvem a tecnologia. Para ser mais didática o possível, a obra abordará desde a função do dinheiro na sociedade atual, passando pela tecnologia do Bitcoin e suas aplicações, até como será o futuro do trabalho, que já está sendo afetada pela tecnologia das criptomoedas, que é o blockchain.

A importância dessa websérie se mostrou quando recentemente a maior rede social do mundo, o Facebook, passou a derrubar inúmeras páginas nesta semana relacionadas a opiniões de influenciadores e movimentos de livre mercado, como a página Brasil 200 (com mais de 300 mil seguidores).Sem esse tipo de material, o grande público teria grandes dificuldades para encontrar uma narrativa positiva em relação aos fatos e identificar novas oportunidades dentro do mercado de criptomoedas.

Todo o material será disponibilizado no site oficial da websérie que pode ser acessado logo abaixo: futurodescentralizado.com.br

Últimas Notícias