Incêndios florestais na Grécia deixam 60 mortos

Incêndio já é considerado o pior a atingir o país

O número de mortos e feridos pelos incêndios florestais que atingem o nordeste de Atenas, capital da Grécia, aumentou nesta terça-feira (24). A Defesa Civil divulgou um balanço de 49 mortos e 156 feridos. Já o prefeito de Rafina, que é uma das cidades atingidas, afirma que 60 pessoas morreram. Os incêndios já são considerados os piores a atingir o país em mais de uma década. O porta-voz do governo, Dimitris Tzanakopoulos, afirmou na madrugada desta terça que ao menos 16 crianças estão entre os feridos. Entre os mortos, está um bebê de 6 meses que não resistiu à intoxicação por fumaça. Incêndios florestais na Grécia causam 50 mortes e feridos passam de 150 O fogo começou no fim da tarde de segunda-feira, quando as autoridades divulgaram um balanço de 20 mortos e 104 feridos. Moradores da região foram forçados a fugir em direção ao mar para escapar das chamas. Alguns dos mortos foram encontrados em rotas de fuga. O país teve um inverno considerado seco no início deste ano e agora, com as altas temperaturas do verão, houve condições ideais para o fogo se alastrar. Incêndios do tipo já ocorreram em outras ocasiões. Em agosto de 2007, dezenas de pessoas morreram quando o fogo devastou o sul grego. Desta vez, o fogo avança em três frentes na região de Ática: uma na cidade de Rafina, 50 km a leste da capital Atenas, outra perto do vilarejo balneário de Mati, a 29 km a leste da capital, e uma terceira em Kineta, 50 km a oeste.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

25 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale