Cruzeiro recebe Atlético-PR na retomada do futebol brasileiro

Jogo vale pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil

O Mundial ficou para trás. A França levantou o caneco e agora o futebol brasileiro volta suas atenções para suas qualidades. A Copa do Brasil retorna com sua emoção. Na noite desta segunda-feira, às 20h (de Brasília), Cruzeiro e Atlético-PR, dois gigantes brasileiros, se enfrentam e decidem quem avança para as quartas de final da competição.

A Raposa chega para o duelo em vantagem. Isso porque no primeiro jogo, há dois meses, antes da parada para a Copa do Mundo, os comandados de Mano Menezes venceram por 2 a 1, de virada, em duelo na Arena da Baixada. Algo a se comemorar pelos lados da Toca da Raposa foi a pouca alteração da equipe. Alguns times, como o Atlético-MG, rival da Raposa em Belo Horizonte, perdeu peças importantes e terá que passar novamente pelo processo de entrosamento. No Cruzeiro ocorreu uma chegada, de Barcos, que ainda não vai para este jogo. Além do Pirata, a diretoria conseguiu manter Lucas Silva, que por pouco não retornou ao Real.

Para o duelo, Mano Menezes tem poucas dúvidas. A base deve seguir a mesma que tem jogado os últimos amistosos – dois empates (Corinthians e Coimbra) e uma derrota para o Timão, no Mineirão, por 2 a 0. Resta saber, no entanto, se o treinador azul escalará Arrascaeta no meio campo. O meia estava no mundial com a seleção uruguaia e não participou dos trabalhos. Ele retornou na última semana e participou das atividades com o restante do elenco.

“Já descansou bastante, conto com ele. Tem fisionomia boa, cara boa, está feliz, jogou uma Copa do Mundo. Chegou aí, tem que jogar. Não tem por que não jogar. Ser titular não tem tanta importância assim, se vai iniciar ou entrar durante. Sempre procuro tirar o melhor de cada jogador. Mas não vou penalizar o jogador que foi para a Copa. O jogador que foi para a Copa não tem culpa nenhuma, só tem mérito”, destacou Mano Menezes.

Caso coloque Arrascaeta, Mano Menezes terá de optar se será na vaga de Robinho ou Rafinha. Vale considerar que qualquer um dos dois que sair, o esquema terá mudança, tanto para o ataque quanto para a recomposição. Nada, no entanto, pode ser confirmado, afinal, o treinador celeste escondeu seus últimos trabalhos e os jornalistas só acompanharam aquecimentos.

Do outro lado do gramado, o Atlético-PR precisa buscar o resultado após a derrota de virada no jogo de ida, na Arena da Baixada. Durante a pausa para a Copa do Mundo os paranaenses tiveram uma mudança que pode ajudá-los na conquista deste objetivo e, então, enfrentar o Santos nas quartas de final da competição.

A principal modificação foi a troca de técnico. Fernando Diniz saiu e Tiago Nunes assumiu interinamente, e esta intertemporada serviu também para conhecer o estilo de jogo do novo comandante.

Últimas Notícias