banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Especialistas confirmam que aquarela é um autêntico Turner

Uma aquarela comprada em uma casa de leilões por um pouco mais de 500 reais, é considerado um Turner perdido que vale cerca de 1.1 milhões de reais (Em Abbotsford - uma cidade da província canadense de Colúmbia Britânica, no Vale Fraser)

Foto – A pintura de Walter Scott e sua família em Abbotsford, pintada por JW Turner

A aquarela é do tamanho de um cartão postal, que pertencia ao Sir Walter Scott e sua família e estava em sua casa na Escócia. A pintura foi vendida em uma casa de leilões de Londres há alguns anos.

O comprador anônimo pagou uma quantia de "dois dígitos" pela pintura não assinada, mas suspeitou que havia algo especial sobre o trabalho e pediu um exame técnico pelos principais especialistas em arte.

Pelo menos dois declararam confiantemente ser um original de JMW Turner, um dos artistas britânicos mais celebrados de todos os tempos.

A aquarela está agora em exibição em Abbotsford, na casa de Sir Walter Scott.

Turner, que viveu e trabalhou em Londres, era conhecido por ter visitado Abbotsford em 1832 como convidado de Scott, e acredita-se que a pintura seja uma de suas primeiras obras em aquarela.

Kirsty Archer-Thompson (Gerente de Coleções e Interpretação em Abbotsford, The Home of Sir Walter Scott) é uma especialista que confirmou a pintura como sendo um Turner.

Ela disse: "Eu estou disposta a colocar minha vida em jogo que é um genuíno Turner. Acreditamos que seja uma de suas primeiras aquarelas".

Kirsty Archer-Thompson está convencida de que é um Turner porque um esboço a lápis ainda pode ser visto abaixo das aquarelas, um sinal clássico da técnica do artista.

A pintura também difere ligeiramente do desenho por baixo do clássico estilo Turner.

O tipo de papel usado para a aquarela também corresponde ao uso de materiais usados por Turner.

Ela acrescentou: "Não muito tempo atrás, outra aquarela de Turner perdida apareceu e foi vendida por 1.1 milhão de reais."

A pequena aquarela, que cabe em um bolso, mede 5,5 polegadas por 3,5 polegadas.

Em uma tentativa de estabelecer sua autenticidade, a aquarela perdida foi submetida à análise de pigmentos e imagens infravermelhas.

Libby Sheldon, especialista em analistas de pintura, também confirmou o trabalho como genuíno.

Ela disse: "Turner era um mestre dessas ilustrações em aquarela altamente detalhadas e delicadas, duas das quais já pertencem à Fundação Abbotsford. Tudo sobre essa pequena pintura parece autêntico e consistente com o grande pintor".

Quando Turner ficou na casa de Scott em agosto de 1831, o escritor mostrou ao renomado pintor sua coleção de arte, entre as quais se acredita que seja uma paisagem de Abbotsford e do River Tweed pintada pela artista escocesa Elizabeth Nasmyth.

Ela acrescentou: "Esta pintura é exatamente do mesmo ponto de vista que acreditamos que Turner pintou. Scott tinha uma ligação pessoal com a pintura de Nasmyth e sua composição e minha teoria é que isso deu a Turner a ideia de compor a mesma cena, que ele baseou em esboços no caderno de desenhos usados durante sua visita em 1831."

O presidente da Abbotsford House Trust, James Holloway, ex-diretor da Scottish National Portrait Gallery, em Edimburgo, acrescentou: "É maravilhoso para Abbotsford mostrar uma pintura tão fascinante. Vai intrigar e encantar nossos visitantes. Pensar que estamos publicamente exibindo a aquarela pela primeira vez desde que foi pintada por Turner também é tremendamente emocionante."

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest