Prefeitura reorganiza agentes para patrulhar semáforos

Furtos de equipamentos provocou prejuízo de R$ 1,5 milhão

A onda de criminalidade em semáforos da cidade tem obrigado a Prefeitura a concentrar esforços e recursos humanos para minimizar os impactos ao cidadão. Do início do mês até agora foram 27 controladores de semáforos furtados: 26 na região da Linha Verde, entre os bairros Xaxim e Parolin. Já o caso mais recente ocorreu no bairro Água Verde, no cruzamento da Rua Santa Catarina com Avenida dos Estados, na madrugada de sexta-feira (29/6).

“Curitiba está enfrentando uma excepcionalidade, uma migração para esse tipo de crime, que até então não acontecia. Já tivemos ondas de furtos e roubos com mais intensidade em farmácias, depois no transporte coletivo, e agora com equipamentos eletrônicos que compõem os semáforos”, disse o secretário municipal da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

“É um caso de polícia. Nosso setor de inteligência da Defesa Social está focado 24 horas por dia buscando a identificação dos responsáveis e rondas dos guardas municipais foram intensificadas”, acrescentou Rangel.

Além dos controladores, perto de 3 mil metros de cabos de energia semafóricos foram furtados este ano. O prejuízo ultrapassa R$ 1,5 milhão, somando, além da reposição das peças, deslocamento e horas extras aos agentes de trânsito que têm atuado nos cruzamentos para a segurança de motoristas e pedestres.

“Nossos profissionais estão deslocados especificamente para essa função das 6h20 às 20h, na Linha Verde. A Prefeitura está fazendo de tudo para minimizar os impactos para a população, resolvendo as situações no menor tempo possível”, informou a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

Últimas Notícias