Deputados adiam votação de reajuste de servidores

Proposta do governo prevê índice de apenas 1% ao funcionalismo

As propostas de revisão de vencimentos dos servidores públicos estaduais foram retiradas da pauta de votações da sessão plenária desta terça-feira (26), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), após acordo mediado pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), entre o líder do Governo, deputado Pedro Lupion (DEM), e o líder da Oposição, deputado Anibelli Neto (PMDB). Segundo os parlamentares, a decisão de retirar os projetos tem como objetivo aguardar uma possível renegociação do índice de reajuste entre servidores estaduais e o Poder Executivo.

Ainda de acordo com os deputados, as propostas retornarão à pauta na sessão ordinária da próxima segunda-feira (2). As matérias reajustam os salários do funcionalismo do Tribunal de Justiça; da Defensoria Pública; do Tribunal de Contas; do Ministério Público estadual, da Assembleia Legislativa e de servidores estatutários e militares do Poder Executivo.

A governadora do Paraná, Cida Borghetti, encaminhou ontem correspondências aos presidentes do Tribunal de Justiça (TJ), Assembleia Legislativa (Alep) e Tribunal de Contas (TCE), além do Ministério Público (MP) e Defensoria Pública, solicitando que acompanhem o índice de recomposição dos salários dos servidores proposto pelo Executivo, que é de 1%.

Últimas Notícias