Funcionalismo do Paraná recusa 1% oferecido pela governadora

Cida encaminhou a proposta à Assembleia Legislativa

O Fórum das Entidades Sindicais (FES) recusou a proposta de reajuste salarial de 1% aos servidores do Paraná oferecida pela governadora Cida Borghetti (PP), em reunião realizada ontem, no Palácio Iguaçu. Cida encaminhou a proposta à Assembleia Legislativa (Alep) após reunião com deputados da base aliada. Os servidores pedem o reajuste da inflação dos últimos 12 meses: 2,76%.

Cida anunciou a proposta como forma de descongelar a data-base do funcionalismo, medida adotada pelo seu antecessor Beto Richa (PSDB). De acordo com a governadora, a medida beneficia os mais de 300 mil servidores do Poder Executivo.

A coordenadora do FES, Marlei Fernandes, relata que a entidade já havia avisado à governadora que o 1% não era aceitável. “Tentamos uma continuidade da negociação, trazendo a Secretaria da Fazenda para a mesa da negociação e ficou esse impasse. Ficamos das 10 da manhã até agora [19 horas], sem comer. Recebemos uma comissão de deputados no final da tarde e uma reunião foi remarcada para amanhã. Continuamos na pressão, amanhã chegam caravanas de todo o estado e vamos ter um embate maior”, disse.

Ao enviar o projeto à Alep, a governadora Cida Borghetti disse que o Paraná vem se destacando pela sua gestão financeira responsável, aliada à capacidade de investimentos. “Vamos manter o diálogo franco, permanente e transparente com os representantes dos servidores para avançar nas demandas, com responsabilidade e zelo com as contas públicas”, afirmou.

Para a reunião desta terça, os servidores estão se mobilizando para pressionar o governo do estado no acampamento montado na Praça Nossa Senhora de Salete.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

25 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale