Furto de fiação deixa 30 cidades do Paraná sem atendimento do Samu

Problema ocorreu na região de Maringá

O atendimento de emergências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) está interrompido desde sexta-feira (1º) em 30 cidades do norte do Paraná por causa de um furto em fios elétricos. A direção do Samu orienta que todas as ligações para emergências médicas em Maringá e Região, sejam feitas para o telefone 193, do Corpo de Bombeiros.

Segundo funcionários, a energia elétrica da sede regional do Samu em Maringá foi interrompida por volta das 3h de sexta. O crime só foi descoberto na manhã deste sábado (2), após os ladrões tentarem um novo furto da fiação.

"Estamos sem telefone e sem computadores desde sexta, mas algumas lâmpadas ainda funcionavam. Os eletricistas vieram, mas não encontraram a origem do problema. Na manhã deste sábado, as luzes se apagaram", diz a enfermeira Fernanda Maia.

O novo problema levou funcionários da prefeitura a vistoriarem uma mata vizinha ao prédio. Em meio à mata, foram encontrados pedaços de fios e ferramentas, ao lado de uma caixa de passagem da rede elétrica. "A gente acredita que os ladrões voltaram para buscar mais fios agora pela manhã, mas por algum motivo eles fugiram", diz a enfermeira.

Para o diretor do Samu, Maurício Lemes, o crime poderia ter tido consequências ainda mais graves porque pelo mesmo local passam os fios de energia do Hospital Municipal e da UPA Zona Sul. "Tivemos sorte que não tiveram tempo de levar tudo", disse.

Segundo funcionários da prefeitura, foram furtados cerca de 80 metros de fiação elétrica subterrânea.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest