Porto de Paranaguá verifica água de lastro dos navios

Medida evita a contaminação do ecossistema

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) vistoriou 98% das embarcações nacionais e internacionais que atracaram em Paranaguá em 2017 para verificar se foi feita corretamente a troca oceânica da água de lastro, que é usada como contrapeso nos navios. A medida contribui para proteger a biodiversidade local porque evita a contaminação do ecossistema das baías de Paranaguá e Antonina com espécies exóticas indesejadas, originárias de outros países e regiões do Brasil.

De acordo com o relatório divulgado pela Appa, de janeiro a dezembro do ano passado passaram pelo porto paranaense 1.111 navios, dos quais 1.088 foram verificados. Em contrapartida, em 2018 passaram pelo porto 405 navios. Destes, 395 já foram vistoriados.

Todas as embarcações apresentaram resultados que mostram o correto gerenciamento da água de lastro, de acordo com as normas ambientais que orientam a prática. O volume de vistorias está aumentando a cada ano e já é 13% maior do que em 2016, quando foram monitoradas 86% das embarcações.

De acordo com o diretor-presidente da Appa, Lourenço Fregonese, o objetivo é que 100% dos navios que passem por Paraná sejam verificados. “Desde 2013, quando a verificação começou a ser feita, as equipes da Appa aumentaram significativamente o número de embarcações monitoradas. Queremos que o Porto de Paranaguá continue sendo referência no cuidado com o meio ambiente e essa ação é extremamente importante para proteger os nossos recursos naturais”, comenta.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

24 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale