banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Ônibus de Curitiba podem parar por falta de combustível

Greve dos caminhoneiros já mostram consequências nas cidades

A greve dos caminhoneiros já está afetando o abastecimento de combustível em diversas regiões do Brasil e do Paraná em particular. A falta de combustível pode paralisar o funcionamento do transporte público em Curitiba e região metropolitana. O alerta é do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo (Setransp), divulgado no fim da manhã desta quarta-feira (23).

A falta de abastecimento de combustível nos ônibus faz motoristas e cobradores circularem em alerta vermelho, com estoques abaixo no normal nas garagens, segundo o Sindicato. A greve dos caminhoneiros começou na segunda-feira (21) e, em apenas dois dias, já causou desabastecimento de produtos em geral, combustíveis na região metropolitana de Curitiba e o fluxo da Central de Abastecimento do Paraná (Ceasa).

Caso as empresas não consigam abastecer os estoques, a prestação do serviço de transporte coletivo pode ser afetada de maneira geral já a partir desta quinta-feira (24). As empresas anunciaram ainda que estão em contato com a Urbs, para novas medidas.

“As empresas manifestaram sua preocupação junto à Urbs (Urbanização de Curitiba) e pediram para que ela adote, de imediato, uma operação de contingência, como a retirada de tabelas especiais de reforço e carros extras. As operadoras seguem acompanhando atentamente o desenrolar dos acontecimentos e trabalham em conjunto com a Urbs em busca de soluções”, finaliza a nota.

5 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest