Moradores de rua terão atendimento especial durante o frio

Prefeitura realiza ações para socorrer pessoas com necessidade

Com a previsão meteorológica de frio intenso neste fim de semana e na segunda-feira, a Prefeitura de Curitiba intensificará os serviços de busca ativa de pessoas em situação de rua por toda a cidade. Equipes de abordagem da Fundação de Ação Social (FAS) estarão nas ruas para localizar e ofertar acolhimento a todos que estiverem em situação de risco.

Serão 24 servidores, entre assistentes sociais, pedagogos, psicólogos e educadores sociais, divididos em seis equipes que farão o serviço de busca ativa e outras cinco que sairão às ruas atendendo apenas as solicitações que chegam à Central 156, canal de comunicação da Prefeitura com a população. O atendimento à população em situação de rua é uma prioridade da gestão do prefeito Rafael Greca.

A ação emergencial é intensificada, das 19h às 23h, sempre que a temperatura chega à mínima de 7 graus. Nos demais horários, os serviços de busca ativa e abordagem social seguem o cronograma de rotina das equipes da assistência social, que são realizados, durante o dia, pelo Centro de Monitoramento 24 Horas, na Regional Matriz, e pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e Centros POP, nas outras nove regionais.

A presidente da FAS, Elenice Malzoni, explica que o objetivo é localizar todas as pessoas que estão em situação de rua e correm risco de morte por hipotermia. “Não podemos perder nenhuma pessoa para o frio, por isso, estaremos nas ruas para fazer o resgate, ofertar acolhimento e os demais serviços que sejam necessários”, disse Elenice.

Para receber as pessoas em situação de rua neste inverno, a Prefeitura implantou uma unidade no ginásio da Praça Plinio Tourinho, com a oferta de 160 vagas de acolhimento temporárias, disponíveis entre os dias 15 de maio e 15 de setembro. Com isso, o número de vagas ofertadas chega a aproximadamente 1.200, considerando a ampliação da rede oficial, as unidades conveniadas, as unidades parcerias e os atendimentos diurnos.

No caso de crianças e adolescentes em situação de rua, as equipes da FAS acionam os Conselhos Tutelares e a fundação realiza o acolhimento em unidades que atendem esse público.

Refeitório móvel

As pessoas em situação de rua da região central também contam com o Expresso Solidariedade, um ônibus adaptado que funciona como um refeitório móvel e circula pela cidade para a distribuição de refeições feitas por voluntários.

O atendimento acontece diariamente, das 18h às 23h, em pontos mapeados onde há maior concentração de pessoas em situação de rua.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest