Integrantes do acampamento Lula Livre são agredidos

Torcida Império Alviverde voltou a praticar atos de terrorismo

Participantes do acampamento Lula Livre em Curitiba foram brutalmente agredidos na noite desta terça-feira (17). Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra foram atacados em um trecho da Avenida Paraná, no caminho entre a Polícia Federal e entre o terreno onde estão montadas as barracas do acampamento.

Presidente estadual do PT no Paraná, Doutor Rosinha conta que as vítimas voltavam das atividades que estavam sendo realizadas a uma quadra da PF, quando foram surpreendidas por um grupo de pessoas, aproximadamente às 19h30. Os integrantes do MST foram agredidos com barras de ferro e pedaços de madeira. Foram atendidos por uma ambulância contratada pelo evento, que estava no local.

Não foi possível identificar a quantidade de agressores, que se identificaram como torcedores do Coritiba, da Império Alviverde.

O comando da Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública já foram acionados. Apenas às 22h duas equipes da Rotam, unidade especial da polícia militar, chegaram ao local para garantia da segurança.

O presidente estadual do PT conta que no acordo realizado nesta segunda-feira entre os organizadores do acampamento e órgãos estaduais e municipais, além da transferência do local do acampamento, estava previsto a segurança dos acampados.

19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest