Manifestantes aceitam acordo para transferir acampamento

Grupo deve ocupar uma outra área a partir desta terça

O Partido dos Trabalhadores (PT) aceitou, nesta segunda-feira (16), acordo para transferir o acampamento de apoio ao ex-presidente Lula. O termo foi assinado com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e Prefeitura de Curitiba, que novamente ofereceu o Parque do Atuba. O acordo prevê que a transferência deve ocorrer na tarde desta terça-feira.

De acordo com o promotor Olympio Sotto Maior, o Parque do Atuba trará melhores condições para os manifestantes e também irá evitar incômodos aos moradores do bairro Santa Cândida. A Sesp informou que movimento de apoio ao ex-presidente poderá fazer manifestações até as 21h e, com o uso de som, até as 19h30. Quatro tendas para prestar apoio aos manifestantes poderão continuar montados em um imóvel particular da região.

O termo foi assinado por membros do PT, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), MP-PR, Prefeitura de Curitiba, PF, Departamento de Inteligência do Estado do Paraná e Polícia Militar. Em contrapartida do acordo, a Prefeitura de Curitiba irá pedir a suspensão da ação em resultou na aplicação de multa em R$ 500 mil em caso de desobediência da decisão judicial do interdito proibitório.

No Parque do Atuba, a infraestrutura (como banheiros e barracas) será de responsabilidade total do movimento.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest