Limite e tatuagem, seu animal de estimação não precisa disso

Há uma tendência cruel em todo o mundo que infringe a lei da vida entre animais e humanos, em que a crueldade passa limites de moda e aparências

Você já viu ou ouviu falar dessa tendência incomum? De que alguns donos de animais estão tatuando ou colocando piercings em seus animais. Enquanto eles podem parecer legais para alguns, há muita controvérsia sobre essa prática. Porque como animais, eles não dizem exatamente se querem ou não uma tatuagem ou piercing. Sem mencionar que esses processos são extremamente dolorosos, especialmente tatuagens, devido à quantidade de tempo necessária para finaliza-la. Os políticos de Nova Jersey, nos Estados Unidos apresentaram uma lei em 2014 que tornaria a prática de tatuar ou perfurar um animal de estimação, como crueldade contra os animais. Eles querem proteger esses animais indefesos de seus donos insanos, do que eles chamam de "mutilação desnecessária".

Um deputado dos Estados Unidos chamado Carmelo Garcia, é o principal patrocinador do projeto de proteção aos animais, disse: “Temos que fazer tudo o que pudermos para proteger esses animais. Estou me certificando ativamente de que isso não aconteça com os animais.” Ele está, é claro, falando sobre tatuagens e piercings desnecessários que os donos estão buscando fazer em animais indefesos, não aqueles para fins de identificação de animais de estimação como chips de localização de quando seu animalzinho está perdido, que são para consumir a vaidade.

Outra questão é, o porquê artistas de tatuagem e piercers estão realizando essas tatuagens em animais de estimação? Qual é o código de ética para esses estúdios de tatuagem para que essa prática ocorra? Qual é a sua opinião sobre a ideia? Não é possível falar com um estúdio de tatuagem que oferece este tipo de tatuagem, e não é surpreendente que eles não anunciam está tendência para o público em geral.

Últimas Notícias